BRASIL, Sudeste, CAMPINAS, Mulher, de 36 a 45 anos, Portuguese, Viagens, Música
MSN -

 


 




Todas as mensagens
 CONVERSA DE MADAME
 ATUALIDADES



 UOL - O melhor conteúdo
 CORAÇÃO DE LATA
 MEUS 40 ANOS
 BUGRÃO
 GRUPO AMOR DE CARIDADE
 APOMETRIA
 FUTEBOL INTERIOR
 GERENCIAMENTO AMBIENTAL
 CLIMATEMPO
 CELINHA RIBEIRO - MARILIA SUSTENTAVEL



 Vote agora!


 
Visitante número:
 
CORAÇÃO FENOMENAL




A felicidade raras vezes se mede pelo que conseguimos na vida, porque depressa as coisas desaparecem e as pessoas se perdem.

A felicidade mede-se pelo que somos quando não poderíamos pedir mais e melhor.



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 19h17
[] [envie esta mensagem
] []



Vai pro sul perder de 4 e depois gaúcho que é viado, hahahahahaha.
ass. LIDER.



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 19h15
[] [envie esta mensagem
] []



Viver é isso:
 andar,
correr,
cair,
se machucar,
se levantar,
comprar remédio,
fazer curativo e começar tudo de novo. 
 Com a cabeça erguida e,
no meio disso tudo,
um sorriso guardado para qualquer situação ...



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 22h02
[] [envie esta mensagem
] []



Li em um livro a seguinte frase:

"Que a morte de um ente querido seja luz para a nossa vida".

À primeira impressão, me pareceu uma afirmação totalmente incoerente. Como pode a morte de alguém que amamos servir-nos de luz?

Tenho uma amiga que viveu muitos anos no Japão, e lá as estações do ano são muito bem definidas. Ela me ensinou a observar com cuidado o ciclo da vida.

No outono, as folhas das árvores começam a mudar de cor, tornam-se vermelhas, ou alaranjadas, ou marrons, até que caem todas, deixando as árvores apenas nos troncos e galhos. Então, entra o inverno. Durante todo o inverno, as árvores ficam peladas, secas, com a aparência nítida de que não têm vida, que morreram para sempre. Os insetos somem, os pássaros desaparecem, a temperatura esfria, como se o sol não voltasse mais a nos aquecer, o céu fica cinza e só clareia quando a neve cai e cobre todo o solo. A vegetação, já aparentemente sem vida, some então sob a neve. Tudo é muito triste e parece ser o fim. Então, chega a primavera.

O céu se abre aos poucos e, com os primeiro raios de sol da primavera, de repente, podemos observar uma borboleta saindo do casulo, alguns insetos voando, aranhas, na maioria filhotes que acabaram de sair dos ovos, armando suas teias, pássaros piando, depois voando, depois cantando, depois montando seus ninhos. Então, olhando-se mais de perto para aquelas árvores aparentemente sem vida, passamos a observar centenas de pequenos brotos, cheios de força, sendo chamados novamente à vida. Depois de poucas semanas, toda a exuberância da natureza está restabelecida, toda a beleza nos é devolvida. Toda a vida renasce daquilo que poderíamos jurar que estava morto.

É assim o ciclo da vida... Ela me disse.

Mesmo assim me perguntei o que isso tinha haver com a minha frase. 

Então......se Deus tem todo esse cuidado com o restante da natureza, por que razão não teria esses mesmos cuidados, ou até mesmo ainda mais cuidados, conosco, que somos Seus filhos feitos à Sua semelhança?

Isso tudo, para mim, diz apenas uma coisa: a vida não termina. Ou ainda, a NOSSA vida também não termina. Ela se renova a cada primavera (ou a cada morte e a cada nascimento). Não posso negar a grandeza deste mundo de Deus.Então, se pensarmos que somos partes desse imenso universo de Deus e, como tudo, apenas nos renovamos, por que deveríamos temer ou chorar a morte?

Quero entender que quando um ente querido se vai do nosso convívio, devemos sim curtir a nossa tristeza, pois isso faz parte da nossa natureza. Mas podemos também aprender a ver nessa partida a beleza da renovação da vida. 

Essa consciência da nossa condição temporária neste mundo e da nossa eternidade como filhos de Deus nos vem a partir desses dois acontecimentos: o nascimento e a morte. Encarar a morte de um ente querido pode abrir, então, nossos olhos para a luz da compreensão da nossa existência. Como alguem poderá afirmar que a morte é tão definitiva? A natureza nos diz que não!

Acho que podemos nos tornar mais fortes e confiantes nesses momentos de provação, se os aproveitarmos para compreender a grandeza da vida que Deus nos deu.


Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 21h42
[] [envie esta mensagem
] []



empatia (grego empátheia, -as, paixão)   

s. f.
Forma de identificação intelectual ou .afetiva de um sujeito com uma pessoa, uma ideia ou uma coisa.

 
Vou trocando de lugar com tantas outras pessoas. Num dia entrevistada, no outro entrevistadora. Num dia procuro a minha estabilidade profissional e passo a potencial candidata, no outro continuo no meu papel de freelancer e procuro recrutar quem precisa. Num dia puxo pelo melhor de cada pessoa, no outro dou o melhor de mim {para mim}. Num dia valorizo, em relatório, tudo o que encontrei de diferente, de mais valia, de valor acrescentado nas pessoas que me passam "pelas mãos", no outro reestruturo a minha apresentação, defino forças, fraquezas, oportunidades e ameaças na análise swot do que tenho para aportar.
Num dia faço perguntas, no outro dou respostas. Num dia estou nervosa, no outro sinto o bater do coração de quem busca uma nova oportunidade. Num dia analiso gestos e entrelinhas, no outro sinto a pressão de uma análise que não é a minha.
Sei o que é estar do outro lado, sei o que é estar deste. Procuro ser com os outros aquilo que espero sejam comigo. Com transparência, frontalidade e empatia.


Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 14h10
[] [envie esta mensagem
] []



Fico imaginando o papo do treinador com a enfermeira... “Vamos logo minha filha, aqui é trabalho!”. Jesus. E tem São Paulino sonhando que o Muricy faça tratamento no Reffis do Tricolor.



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 14h07
[] [envie esta mensagem
] []



Gretchen quer abrir escritório de contabilidade nos EUA.
hummmmmm acho que de balanço, ela entende!


Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 10h46
[] [envie esta mensagem
] []



Botafogo vence o Corinthians e Bota fogo no Campeonato!


Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 10h45
[] [envie esta mensagem
] []



Poucas pessoas sabem, que o coração do ser humano, guarda segredos.
Um de seus segredos... É uma força que combate qualquer momento.
Essa força se chama FÉ!
Ela é imensamente forte.
Ela é a certeza, e o sorriso junto da paz.


Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 12h23
[] [envie esta mensagem
] []




Saudades de quem se foi....fiquem em paz!


Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 12h22
[] [envie esta mensagem
] []



O Bicho Papão dos adultos chama-se Saudade.

Assusta.

Ouvi dizer que tem gente que até morre de medo.



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 23h05
[] [envie esta mensagem
] []



A distância entre dois corações que viveram uma linda história de alegria, de cumpricidade, de amor.......chama-se saudade.



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 22h56
[] [envie esta mensagem
] []



Ai, que hoje estou com pressa. Pressa de mim mesma. Há quanto tempo não me vejo? Lembrei agora da caixinha de música. O que faz a bailarina até que a ponham para dançar? Estaria o cheiro da caixa a entediar? Ai, que hoje me senti um noivo apaixonado à espera no altar. “E essa felicidade que não chega... quanto tempo ainda hei de esperar?” Ah, lembrei também dos relógios. Bem na hora que a corda está para acabar. Sente ele o seu próprio fim? Consegue não se desesperar? Penso que a pressa e a vontade empurram o caminhar. Ai, que hoje vi que a música não pára. É constante. Quem me dera ser música. Há quanto tempo sou apenas nota que não sai do lugar?



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 22h48
[] [envie esta mensagem
] []



PROPORÇÃO

                                Quanto mais o tempo passa, menos eu me reconheço.



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 22h43
[] [envie esta mensagem
] []



CONVERSA......Sentir, entender, aceitar.
Vez em quando é tão difícil. Eu tenho mania de explicação.
No fim, eu sempre te obedeço, mas como eu fujo dessa hora. Deve ser por isso que dói por dentro.
Dizem que você sempre compreende.
Tem certeza que tá aí me vigiando o tempo todo? Eu olho para cima e não te acho. Não consigo te ver.
Em que estrela você mora?
E se eu te pedir para esperar só mais um pouco (tenha paciência comigo)?
Ainda não sei o que fazer... por enquanto eu vou ficando...
Aparece e conversa comigo?
Você sabe de tudo, você sabe de mim. 
SAUDADES de você.




Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 21h04
[] [envie esta mensagem
] []



COMO REZAR PARA CONSEGUIR UM MARIDO:
 
aos 20 anos: salmo 40 "esperei com paciencia no Senhor e ele ouviu meu clamor"
 
aos 30 anos: salmo 70 "apressa-te, ó Deus em socorrer"
 
aos 40 anos: salmo Mt 11:"vinde e mim todos os que estais cansados e oprimidos"
 
DEPOIS DOS 40 ANOS: JOÃO 6.37: 
"aquele que vem a mim de maneira nenhuma lançarei fora"


Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 14h53
[] [envie esta mensagem
] []



QUEM VOCÊ QUERIA QUE VOLTASSE......

a) Luis Fabiano

b) Jesus Cristo

c) Sua Mulher

d) Bozo

e) Adriano

f) Pele

g) o futebol do Palmeiras



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 00h20
[] [envie esta mensagem
] []



O próximo Rock in Rio deveria ser no Morumbi.

O São Paulo recebe muito bem os cariocas.



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 00h16
[] [envie esta mensagem
] []





Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 09h10
[] [envie esta mensagem
] []



Ganhei de um amigo, há 2 meses, um quebra-cabeça de 1500 peças. Eu não montava um quebra-cabeça desde que era criança. É engraçado como nós deixamos de fazer certas coisas quando crescemos: quebra-cabeça, colorir, brincar com bonecas, pular corda, pique de esconder...

Coisas que nos trouxeram tanta alegria quando criança e nós paramos de fazer quando alcançamos uma certa idade. - É uma vergonha, não é? Devo admitir, eu realmente aproveitei o quebra-cabeça, embora muito frustrante à vezes, era um bom desafio. Cada vez que eu achava uma peça que se encaixava, era extremamente recompensador.

Bom e daí?

Você já percebeu quantas semelhanças existem entre um quebra-cabeça e a vida? Num quebra-cabeça cada peça é parte muito importante no grande quadro, na vida são as pessoas e os acontecimentos as partes importantes.

Como peças de um quebra-cabeça, cada um de nós é único, especial em seu próprio jeito. Embora semelhantes não há dois iguais. Ironicamente são nossas diferenças que nos fazem “encaixar”, enquanto eu trabalhava no quebra-cabeça havia uma peça que eu estava certa de pertencer à um ponto em particular.

Mas não encaixava.

Acabava voltando a ela tentando encaixá-la, me esquecendo que já havia tentado. Eu tinha meu pensamento focado no fato de que eu sentia que a peça era daquele espaço. Penso em quantas vezes eu fiz a mesma coisa em minha vida, tentando fazer acontecer coisas que simplesmente não eram para ser. Tentava várias vezes, chegava ao ponto de forçar, mas não era para ser, e nada do que eu fiz mudou isso.

Se você já montou quebra-cabeça sabe como é perder tempo procurando um pedaço específico, de repente parece tão óbvio...mas eu não conseguia achar, consegui foi embaralhar ainda mais as peças. Fiquei frustrada e decidi deixar para lá e ficar longe dele, quando voltei mais tarde achei a peça imediatamente, estava bem na minha frente desde o começo.

Minha vida foi assim muitas vezes, tentava entender por que certas coisas aconteciam e do jeito que aconteciam, procurava as respostas por todos os lados e às vezes as respostas estavam bem na minha frente. Era só dar uma paradinha, um pequeno passo atrás, respirar e acalmar que as respostas me encontravam.

Olhando as peças deste quebra-cabeça eu penso nas “peças” da minha vida: minha família, meus amigos, acontecimentos, marcos e celebrações. Uma mistura de bom e ruim, alegria e lágrima, felicidade e tristeza. Penso em todas as peças que imaginei sem importância e sem propósito.

Reflito em todas as peças que em minha vida me fizeram perguntar....
“Porque, meu Deus?”...
“Porque isto?”

E repentinamente percebi que por causa dessas peças, outras peças se encaixaram tão bem, tudo em nossa vida acontece por uma razão. Cada acontecimento, bom ou mau, é como uma peça do quebra-cabeça. Deixe uma peça de fora e se quebra a harmonia inteira do produto final.

Talvez ainda não possamos entender o papel importante de cada peça em nossa vida, ainda existem muitos buracos e o quadro ainda não está claro, mas sei que quando minha viagem nesta vida estiver concluída e a peça final estiver em seu lugar, eu entenderei. E serei capaz de ver o quadro completo e a beleza de cada peça.

Até lá eu continuarei a viver com fé. Sabendo e confiando que todas as peças que eu preciso estão aí, e que é só uma questão de tempo até que se encaixem bem. Lembrarei de que há um grande quadro, um plano para mim, e que sou incapaz de ver agora.

Acreditarei que cada peça em minha vida, mesmo as dolorosas, têm propósito e cumprem papel importante. E quando estiver fraca, procurarei força pela oração. Farei isto até que a obra-prima de Deus em mim estiver finalmente completa, e Ele então cochichará...
“Muito bom? Está Feito!”



Escrito por CORAÇÃO DE LATA às 09h05
[] [envie esta mensagem
] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]